"O futuro não é o lugar para onde estamos indo, mas o lugar que hoje estamos construindo."

foto - Artigo Técnico: Sondagem Mecânica – Método Fundamental De Investigação Dos Terrenos.
Artigo Técnico: Sondagem Mecânica – Método Fundamental De Investigação Dos Terrenos.

As sondagens mecânicas permitem amostrar, identificar e caracterizar os diversos horizontes de solos e rochas, incluindo a presença de água ou de fluidos contaminantes. A amostragem, identificação e caracterização dos materiais visam obter informações para a aplicação em estudo, projeto e construção de obras de engenharia civil e mineira e, ainda, para controle e recuperação de áreas contaminadas. O conceito também pode ser ampliado e incluir investigações dos materiais ditos antropogênicos, ou não naturais, como aterros de barragens e pilhas de rejeito. 

- Fique atento: A execução de sondagens mecânicas em materiais antropogênicos, como aterros de barragens e pilhas de rejeito, requer cuidados muito especiais, para que não ocorra impacto indesejável e que comprometa a performance e resistência mecânica do material investigado.  

Dentre os vários métodos de sondagens mecânicas, os mais utilizados são: sondagens a trado, percussão, rotativa e mista.  Esses métodos possuem, cada um, finalidade específica, que deve ser considerada pelos protagonistas envolvidos, como o Investidor, a Fiscalização, o Executor e, principalmente pelo usuário das informações, no caso a Projetista ou o próprio Investidor. 

Imagem 01 - Equipe Suporte Solos durante execução de ensaio de campo

O livro “Manual de Sondagens”, editado pela ABGE-Associação Brasileira de Geologia de Engenharia e Ambiental, em 2021 (Monticelli, 2021) inicia o tratamento do assunto justamente com comentários sobre os diversos participantes que interferem na execução de sondagens mecânicas e as responsabilidades de cada um (inclusive legais). Dentro desse contexto, os Termos de Referência, que definem os trabalhos e fazem parte do Contrato com o Executor, devem ser completos e especificar, no mínimo: localização da sondagem (coordenadas e cotas), profundidade a atingir, critério de paralização do furo, técnicas de perfuração e de amostragem a obedecer, metodologia de descrição e acondicionamento das amostras e, muito importante, padronização técnica e digital, desde a coleta dos dados até a apresentação dos resultados.

As sondagens em solo avançam nos terrenos através de diversos tipos de trado. Quando requerem a realização de ensaios de penetração padronizado (SPT – Standard Penetration Test) passam a ser denominadas “sondagens a percussão”. As sondagens a percussão são as investigações mais comuns para definição de fundações isoladas em solo, pois o índice de penetração SPT , juntamente com o uso de bibliografia e a experiência do projetista, permite correlação direta com a capacidade de suporte dos terrenos e escolha do tipo de fundação (sapata, radier, estaca, tubulão etc.).

As sondagens em rocha exigem equipamentos e técnicas de perfuração que permitam amostragem mínima de 90% por manobra, salvo aprovação em contrário da Fiscalização e de acordo com o Contrato. Em pesquisa mineral a exigência pode ser de 100%, decorrente da importância em se amostrar e quantificar a mineralização de interesse. As condições dos maciços naturais, de solo e de rocha, no Brasil, são muito diferentes das dos países de clima temperado e frio.